Compartilhe:

Veja quais são os principais documentos para fazer a declaração do Imposto de Renda 2019



20/03/2019


A Receita estima que 30,5 milhões de declarações sejam entregues até 30 de abril em todo país Cerca de quatro milhões de declarações já foram recebidas pelos sistemas da Receita Federal. Um número pequeno perto da estimativa de 30,5 milhões de declarações até 30 de abril. E para evitar correria de última hora, é  importante organizar a documentação necessária antes de sentar ao computador para preencher a declaração completa.

Confira a lista completa:

Rendas

  • Informes de rendimentos de bancos, instituições financeiras que contenham informações sobre conta corrente, aplicações financeiras e operações em bolsa de valores.
  • Informes de rendimentos de pessoa jurídica ou física que contenham informações sobre salários, pró- labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão, aluguéis.
  • Informações e documentos de outras rendas percebidas no período tais como pensão alimentícia, doações, heranças, dentre outras.
  • Resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do Carne Leão.
  • Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darfs) de Carne Leão.

Pagamentos efetuados

  • Documentos que comprovam os gastos com plano ou seguro saúde e odontológico (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente).
  • Documentos que comprovam os gastos com despesas médicas e saúde (com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente).
  • Documentos que comprovam os gastos com despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora, com a indicação do aluno).
  • Documentos que comprovam os gastos com Previdência Social e Privada (com CNPJ da empresa emissora).
  • Documentos que comprovam os gastos com doações efetuadas.
  • Documentos que comprovam os gastos com e-social (ano todo) e cópia da carteira profissional de empregado doméstico.
  • Comprovantes oficiais de pagamento a candidato político ou partido político.
  • Quando se tratar de declaração conjunta com dependentes (esposa, filhos, etc.) também é necessário a apresentação da relação acima referente a eles.

Bens e Direitos

  • Documentos comprobatórios de compra e venda de bens e direitos.
  • Documentos que comprovam os saldos dos bens e direitos no final do exercício.
  • Informações complementares exigidas a partir de 2018 ano base 2017, tais como imóveis (inscrição municipal do IPTU, data de aquisição, endereço completo, área total do imóvel, informação sobre registro de imóveis, matrícula, nome do cartório); veiculos, aeronaves e embarcações (número Renavan, número de registro em órgão competentes); contas bancárias (número do CNPJ, razão social).

Dívidas e ônus

  • Informações e documentos de dívida e ônus contraídos e/ou pagos no período.
  • Documentos que comprovam os saldos dos dívidas e ônus no final do exercício.

Renda variável

  • Controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto. 
  • Darfs de renda variável.

Informações gerais

  • Dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja.
  • Nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento.
  • Endereço atualizado.
  • Cópia da última declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) entregue.
  • Atividade profissional exercida atualmente.

 

Fonte: Confirp Consultoria Contábil




Abastecer com Álcool ou gasolina?
Micro e Pequenas Empresas estão isentas de contribuição sindical patronal
Obrigatoriedade do Código de defesa do consumidor no comércio.
Conta-salário, Como funciona?
Férias – Não tem direito a férias o funcionário que:


Mídia Marketing Direcionado - 2008
Daniel José