Compartilhe:

Conheça as 10 competências que as empresas procuram em um líder



19/10/2012


Para consultor "é preciso desenvolver características específicas. E isso pode ser feito por meio de treinamento"

 

Os novos profissionais devem compreender e se adaptar as mudanças que ocorrem no mundo corporativo. Os sistemas de tecnologia e o investimento em novos setores são fatores que exigem um novo comportamento do líder.

 

De acordo com o diretor-sócio da MOT, Treinamento e Desenvolvimento Gerencial, para que uma empresa alcance o sucesso é fundamental que os líderes saibam como lidar com essas novas demandas. “É preciso desenvolver características específicas. E isso pode ser feito por meio de treinamento”, afirma.

 

Regras

 

De acordo com o consultor, um líder se desenvolve em seu local de trabalho por meio da chamada “Regra 10-20-70”. Segundo esta regra, 10% do desenvolvimento profissional está ligado ao aprendizado, 20% às ações realizadas e fomentadas pelo próprio líder e 70% corresponde à prática diária de um profissional.

 

Para que aconteça uma mudança de comportamento, o profissional deve refletir sobre como melhorar os resultados obtidos. Castro lista 10 características que as empresas de ponta desejam ver em seus líderes, para que eles se encaixem nesse novo cenário.

 

Conheça as novas competências:

 

1- Possuir equilíbrio entre conhecimento técnico e comportamental;

 

2- Conhecer seu próprio perfil e comportamentos, e ficar atento ao impacto que eles provocam na equipe;

 

3- Ter capacidade de pensar globalmente e de compreender as mudanças econômicas e sociais;

 

4- Compreender o conceito de “diversidade” de maneira ampla, incluindo novos fatores que possam impactar no futuro;

 

5- Demonstrar uma boa percepção a respeito de seu próprio comportamento e o dos outros;

 

6- Ser ético e íntegro em relação a seus valores;

 

7- Ter habilidade no uso de ferramentas tecnológicas e integrado nas atividades das mídias sociais;

 

8- Ser capaz de construir parcerias e influenciar outras pessoas, mesmo sem ter autoridade sobre elas;

 

9- Possuir competência para entender as necessidades dos colaboradores e dividir a liderança;

 

10- Ter habilidade para mudar o estilo de liderança, tendo clareza sobre quando e como variar de um estilo de autoridade para um estilo de orientação.

 

 

Fonte: Infomoney




Abastecer com Álcool ou gasolina?
Micro e Pequenas Empresas estão isentas de contribuição sindical patronal
Obrigatoriedade do Código de defesa do consumidor no comércio.
Conta-salário, Como funciona?
Férias – Não tem direito a férias o funcionário que:


Mídia Marketing Direcionado - 2008
Daniel José