Compartilhe:

Veículos: Não deixe o tanque secar



17/02/2012


A reserva do combustível deve ser usada apenas para situações de emergência e pelo menor tempo possível, caso contrário pode prejudicar o funcionamento do veículo.

 

Seja por motivos financeiros, por esquecimento ou até mesmo preguiça de ir ao posto mais próximo, algumas pessoas criam o hábito de rodar com os últimos resquícios de combustível. Mas o que muitas delas não sabem é que andar sempre com o tanque na reserva pode trazer problemas futuros para o carro. Os riscos são grandes. Além disso, o condutor pode ficar sem gasolina, situação mais conhecida como pane seca, e, além do transtorno, acabar pagando multa por isso.

 

De acordo com o professor de engenharia mecânica da Uni­­versidade de São Paulo (USP), Ronaldo de Breyne Salvagni, o fundo do tanque de combustível vai acumulando sujeira, que é a região de reserva. “Essa sujeira pode ser sugada pelo sistema de admissão e entupir o filtro, prejudicando o funcionamento do veículo, explica Ronaldo. A reserva deve ser usada apenas para situações de emergência e pelo menor tempo possível.

 

Mínima

 

A quantidade mínima de combustível que um veículo deve rodar vai variar de acordo com cada automóvel. “Mas, em geral, seria prudente abastecer novamente quando o tanque estiver com cerca de 1/8 de sua capacidade, uns 5 litros, para a maioria dos carros de passeio”, diz.

 

A falta de combustível também pode ser responsável por vários danos. Um deles é parar o motor e, se o veículo estiver em movimento, provocar acidentes. “Além disso, o processo de partida do motor após uma pane seca precisa retirar o ar do sistema de admissão, pode exigir várias tentativas de partida que podem acabar “afogando” o motor e contaminar o óleo de lubrificação com combustível”, explica o professor.

 

Falta de combustível dá multa

 

No Artigo 180 do Código de Trânsito Brasileiro consta que ter o veículo imobilizado na via por falta de combustível é infração média com 4 pontos na carteira. Além disso, o custo da multa é de R$ 85,13. A medida administrativa é remoção do veículo. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran-PR), durante todo o ano de 2010 foram registradas 287 multas por pane seca no estado.

 

Fonte: Gazeta do Povo - em Curitiba/PR




Abastecer com Álcool ou gasolina?
Micro e Pequenas Empresas estão isentas de contribuição sindical patronal
Obrigatoriedade do Código de defesa do consumidor no comércio.
Conta-salário, Como funciona?
Férias – Não tem direito a férias o funcionário que:


Mídia Marketing Direcionado - 2008
Daniel José